domingo, maio 31, 2009

Maré de muito azar

E entretanto fui ao Luxemburgo e voltei. E fiquei sem o meu disco externo e todos os documentos que tinha desde 2005, e fiquei sem o computador do escritório que resolveu não iniciar e ontem, a cereja no topo do bolo foi levarem-me o telemóvel!!!
Definitivamente, qual é a probabilidade de, no espaço de uma semana, acontecer tudo isto à mesma pessoa??? Só mesmo a mim...
E a isto se chama começar do zero!!!

quinta-feira, maio 21, 2009



Watch more cool animation and creative cartoons at Aniboom

Who cares?




Estamos na formação, neste preciso momento na aula de Novas tecnologias ou elementos didácticos, ou algo semelhante a isto.. resumindo é parecido com uma aula de informática, onde cada um faz o que quer, pesquisa o que lhe apetece e quando o formador aparece por trás disfarçamos que estamos bastante atentos e muito interessados.
Neste momento estamos a aprender a criar um blog, duhhhhh já temos um :)
O formador é simpático, diz assim umas coisas engraçadas e até tem pinta!
Depois de um dia de trabalho, de stresses, estar a ter uma aula de informática a estas horas é dose!!! Onde está o chá da casa? Agora dava jeito, pelo menos arrebitava mais as coisas, o que vale é que amanhã é sexta feira upiiiiiiii

quarta-feira, maio 20, 2009

Liberdade...


Às vezes, pelos piores motivos, os mais crueis e dolorosos, aprendemos que o bem mais precioso é a LIBERDADE DE SERMOS NÓS MESMOS!!!

Liberdade de pensar...
Liberdade de sentir...
Liberdade de amar...
Liberdade de SER!!

e EU SOU TÃO EU!!!
Mudar? Mudar o quê, para quê ou para quem?
Abdicar? De quê, para quê ou por quem?
Para AMAR???

Mas tenho que deixar de ser EU ? Tenho que deixar de desejar...de sonhar...de projectar??
Que adianta?
....No final ficou apenas a mágoa, a dor o sentimento de não ter sido respeitada, de ter sido enganada, de olhar para trás e saber que não fui amada!!!


Nada vale mais do que eu não deixar de seu eu!!!
E eu sei quem sou, sei o que quero e que desejo para mim!!!!

Não é fácil..aliás é profundamente doloroso saber que de nada valeu o que investimos em alguém abdicando de investir em nós mesmos...em prol daquele amor que julgamos ser "THE ONE AT THAT MOMENT"...

Entram de rompante na nossa vida com promessas vãs e abrem-nos uma porta que julgamos ser a porta do seu mundo... entramos e começamos arrumar o nosso cantinho, a tentar fazer parte, a cuidar, a zelar, a amar...e sempre que parte um bocadinho colamos desesperadamente como se nada mais existisse naquele instante...como se a vida não fosse mais do que aquilo...até que, após tantas quedas, percebemos que não vale a pena colar o que alguém quer partir à força toda...passando por cima do respeito, amizade e dedicação!

Não quero mais olhar para trás porque sei que em frente serei bem melhor, serei EU!!
Do que lá ficou guardo no coração uma GRANDE "pequena" companheira que ficará para sempre...

Como diz a Sarah Bareilles

"Liberta-me, deixa-me seguir... Porque não quero cair outra vez nesse teu jogo!!"





terça-feira, maio 19, 2009

Parabéns Mana!!

video

ontem foi dia de...

A MIM!!! :)

Foi, sem dúvida um dia muito bem passado. Começou com pão de ló à meia noite, pingo a meio da manhã, sangria e excelente companhia ao almoço, lanche com amigas à tarde e à noite o "cumbibio", desta vez sem piratas mas com igual boa disposição.

Obrigada a todos pelo carinho, pelas prendas, por tudo...

Sem desprimor para ninguém, obrigada aos meus paisinhos que me botaram no mundo e obrigada a vocês por serem quem são! :)

sexta-feira, maio 15, 2009

Pode ser que os papéis se invertam


Tenho muito por hábito dizer que só não acerto é nos números do Euromilhões, aliás, esta foi a ultima frase referida ontem antes de dormir por isso hoje tomei a decisão de tentar inverter os papéis, até porque, na maior parte das vezes preferiria mesmo não acertar no resto… Já diria o outro, em plena praia de Ipanema, que a mulher burra é sempre muito mais feliz.
Não sei se há Jackpot, nem mesmo sei qual é o valor do prémio… Sei apenas que vou passar a gastar 10€ até a Marisa acertar nos meus números… Sempre é mais saudável que fumar! :)

Finalmente...



De Chave na Mão agora ninguém me Pára!! :)

quinta-feira, maio 14, 2009

Se rir é o melhor remédio...

...hoje receio uma sobredosagem!


(A foto é em homenagem à nova versão desse grande hit que é o “Burrito”.)

quarta-feira, maio 13, 2009

Pseudo Despedida de Solteira

Resolvi sair da casca, mudar as tendências e optar por um comportamento mais arrojado no que diz respeito às coisas de casamentos, ajuntamentos e afins. É oficial que vou ser num futuro muito muito próximo mulher de família, dona de casa (not) e sacerdotisa do lar, por isso e como é praxe resolvemos fazer uma pseudo despedida de solteira, pseudo porque não vou casar, e solteira porque de facto é o que eu sou e continuarei a ser pelo menos até o registo o civil dizer o contrário :) Ironias à parte, lá fomos nós ter com o 3º elemento das PPG à capital. Como não podia deixar de ser e porque as tradições de familia são de extrema importância para nós decidimos ir jantar ao Luca, até para ver se conseguiamos afastar a péssima impressão com que ficamos da última vez que lá tinhamos ido, cheguei ao final da noite a pensar que a qualidade continua excelente os humores é que deveriam ser outros ;) O jantar foi hilariante, bendito chá da casa que acelera os animos de uma forma que mais vale nem vos explicar, acho até que não há explicação que sustente tamanha parvoice... a verdade é que a expressão "Je sui an assault" vai ficar para a história (private joke)!!!
Depois da bela da jantarada, dos três litros de chá lá fomos nós feitas três adolescentes cheias de pica, quer dizer a anita estava cheia de pica mas mais para ir para a cama, porque a famosa mulher das noitadas estava mais para lá do que para a festa, estou só a descansar as vistinhas dizia ela... meninas, cambada de meninas é o que elas são!! E chegamos ao Plato ( é assim que se escreve??) gramaticas à parte, a discoteca é de facto das minhas favoritas, a música é excelente, o ambiente muito cousy, mas as vistinhas... uiiiii que pobreza, nem neste dia, que supostamente seria a minha despedida de solteira eu consegui regelar as vistas... pobre pobre, viva os homens do NORTE CARAGO, ou os meninos do bar do rio, segundo dizem mas não consegui confirmar. Hora tardia... cheias de sono, pés a doer e a idade quer queiramos quer não a pesar, lá foram as meninas todas podres para casa à espera que umas horinhas de sono conseguissem recuperar o bom aspecto do inicio da noite.. tão crentes que nós somos! Cereja no topo do Bolo, neste caso foi mais gelado (literalmente), entre chanfanas e bifes da vazia, chás da casa e assaltos no MB, entre listas de pertences e grinaldinhas, foi de facto a melhor Pseudo Despedida de Solteira Ever! Thanks :))

Sara Bareilles - Gravity

Tou viciada!!! :p

terça-feira, maio 12, 2009

ALERTA!!!


Avisam-se todos os possíveis consumidores do denominado Chá da Casa do "Luca" que esta porcaria só pode ter droga, caso contrário não temos como justificar as reacções estranhas, que é como quem diz completamente parvas, que começam algures a meio do segundo copo. Quem pense que se fica por aí, desengane-se pois são raros os casos que não vão ao terceiro copo e por consequência ao aumento da parvalheira.
Para a próxima dou-lhe na Vodka com Red Bull e tenho a certeza que a coisa corre melhor…

Trabalhos mentais forçados


Ao contrário do que seria normal, ter mais tempo poderia significar ter menos preocupações mas na verdade andam inversamente proporcionais. Tudo porque também tenho mais tempo para pensar e mais assuntos para resolver que, por falta de tempo, me passam ao lado nos actos. É isso e as viagens… Sempre que tenho de conduzir mais de 50km sozinha dá-me pra isto, pra pensar na vida e nos ditos assuntos pendentes. Depois vem a vontade de pôr pontos em i’s, traços em t’s e redefinir a sequência das cenas e a estrutura de todo o guião. E este é o momento, menos trabalho físico mas mais, muito mais do mental. Sinceramente ainda não descobri qual me cansa mais…

segunda-feira, maio 11, 2009

É a vida!


Às vezes dou comigo a pensar se seria mais feliz num modelo tipo das 9 às 18h, de segunda a sexta, ordenadinho certinho e patrão com cara de mau. Penso nisso quando o feriado tem sabor a dia dito normal e o sábado a dia mais que útil sem qualquer pudor. Têm sido assim os últimos dias e apesar de exausta não me consigo ver sem a agitação, o stress e o trabalho “pra ontem”. A juntar ao drama laboral vem o pessoal e a minha costela de Ophra que tem estado ao rubro no último mês. Tudo junto dá no dia de hoje, segunda-feira de chuva, dores de costas, de cabeça, de estômago, chá e bolachas de água e sal e uma sensação tipo ressaca de qualquer coisa inexplicável. Trabalho pra fazer mas sem método ou atitude ou vontade e cabeça cheia de problemas que no fundo não o são e pior, nem me pertencem. Quer dizer, excepto um, aquele que há 1 semana me interroga e que, a seu tempo, lhe darei o trato devido depois de, como diz a mãe “pensar bem no acto que vou realizar”.
E a isto se chama vida, ao trabalho fora de horas, às pessoas que se juntam a ele e se tornam agradáveis surpresas, aos que por isto têm menos de mim, aos que por outras razões têm mais… Aos que entram, aos que saem, aos que são, aos que foram, aos que querem muito ser… Aos novos projectos, aos antigos, aos renovados…