quinta-feira, novembro 29, 2007

terça-feira, novembro 27, 2007

Sim, é verdade, sou mesmo EUUUU!!!

Elas não matam mas aleijam de caraças!!!
É bem verdade...irra que isto de andar sempre às cabeçadas com a vida é lixado!!
É como diz o outro: "pode matar pessouas!"
A sorte, ou o meu azar, é que me considero uma miuda (sim, uma miuda como já me chamaram! Eu, uma marmanja de quase quase 30 anos!!eheh) "eboluída" e vou-me desenrascando no meio da trapalhada que é a minha vida!
Quanto ao meu weekend com a Anita Blossom, bem, foi di catxigoria!!
É o que nos vale às duas, o nosso bom sentido de humor!!
Também é bem verdade que tristezas não pagam dívidas, senão, meus amigos, onde eu já ia!!
"A gente temos que montar um plano" de actuação a ver se isto começa a correr melhor!!Sabem o que é? Doi-me o rabo de tanto pontapé...Alguém tem Hirudoide??Anyone???
Ai Michael Suflé..quer dizer Bublé, se não fosse o teu everything "mim" não tinha niente di niente!!!
Inté...


Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura…


Não foi à primeira, infelizmente também não foi nem à segunda nem à terceira, mas a verdade é que cheguei… e agora que estou cá... ufaaaa, sabe tão bem…

segunda-feira, novembro 26, 2007

Michael Bublé performs Everything, on ROVE

Pra sonorizar o fim de semana!!! :)

na capital

O fim de semana em Lisboa chez Juju foi no mínimo interessante... Teve direito a frio e às voltinhas da praxe, começando pelo IKEA, passando no Chiado e terminando em Belém. Nos intervalos ainda houve tempo para o Colombo, Cascais, Oeiras e o Terreiro do Paço, desta vez sem carros e sem árvore! O pecado da gula esteve na ordem do dia! Na falta de melhor, comi para esquecer e mais tarde recordei o que comi, lembrando-me do que não esqueci. Conclusões e motivos à parte, este sábado, eu e a Juju, deixamo-nos levar pelos prazeres da carne, mais concretamente a de novilho, num belo de um jantar de fondue à luz da lamparina do dito. E foi muito gostoso, sim senhor!!! Para a próxima só preciso de não me esquecer que ir para o Bairro Alto de tacões não é uma boa opção... O chocolate foi outro fiel companheiro, sempre presente neste tipo de ocasiões, como bom amigo que é! A verdade é que tentamos provar em nós próprias o estudo que diz que "Comer chocolate é bom para cérebro e coração"!!! Como as respostas não foram conclusivas, no próximo fim de semana já decidimos que vamos atacar nos M&M já que o Milka de morango foi uma fraude pois, nem com a sua forma sugestiva, fez bem ao dito de nenhuma das 2! A culpa foi do morango, só pode... Adiante!!! Tivemos banda sonora que variou entre Michael Bublé e... Michael Bublé! Ora música 9, ora a 9ª música... Digamos que mais parecia o dever de decorar a musiquinha para apresentar na Gala da Familia Superstar, sem direito a cábulas ou letra impressa e muito menos à Barbara Guimarães! Valha-nos o meu básico conhecimento de inglês que não me levou a trocar “crazy life” por “crazy wife” e me deixou continuar a trautear “you’re everything” apesar de tudo me puxar para o “you don’t mean a thing”. (Esta foi demasiado elaborada, eu sei! Eheheh) Foram bons momentos de ócio... E até podia ter regressado ao Norte com o ego nos Polos (o de cima, vá...) de tanto elogio que levei!!! Um “pombo correio” entregou-me a mensagem de que eu escrevia muito bem. A minha conclusão perante tal raciocínio foi de que o remetente simplesmente não sabe ler!!! Ou então é pelo simples facto de não me conhecer... eheheh Quem me conhece sabe que eu sou tão boa a escrever, como sou a desenhar, ou seja, às vezes, por sorte, saem umas coisas engraçadas, sem o mínimo de técnica e com o máximo de boa vontade. Os restantes elogios, que não posso confessar, caso contrário teria que matar o leitor, ou o blog, ou o dono dos elogios. Estes partiram de um pequeno grande amigo com quem ainda tenciono passar momentos hilariantes a criar rugas de expressão e abdominais forçados de tanto rir. Foi sem dúvida um fim de semana de 1ª, começando no Alfa e terminando no Intercidades em segunda, apenas feira!!! ;)
E mais não digo se não o Dr. vai me obrigar a escrever um livro para lançar da Ponte D. Luis numa noite de lua cheia!!!

sexta-feira, novembro 23, 2007

live from Alfa!!!

Cá estou a caminho de Lisboa “pendulada” mais uma vez e a rezar a todos os santinhos para não enjoar!!! Desta vez resolvi experimentar a classe conforto porque depois de uma hora de almoço no mínimo agitada achei que merecia esse e outros confortos. Até ver tá a correr bem... Vou entretida a “falar” no messenger, a ouvir musicol e a postar! Tudo isto porque vou confortavelmente a gastar electricidade à CP e a usar a tomada do vizinho do banco atrás. Simpático... pena ser feio que doi!!! (será que ele consegue ler dali???) Se fosse giro ou era casado ou comprometido... perfeito pra mim!!! Ahahah piadinha... Esse é outro drama! O meu neste momento é tentar não enjoar o que cheira-me ser difícil já que esta coisa está a abanar mais que uma cadeira de baloiço e pior, na lateral!!! Pra ajudar à festa a carruagem vai cheia de senhores e senhoras com passe de turismo sénior a falar uma língua qualquer estranha que, felizmente, não se sobrepõe ao sonoro do meu fiel companheiro, o computador. Sim, porque outra das vantagens de ir confortavelmente sentada é o poder ir num dos lugares sozinha. Assim sendo não corro o risco da pessoa do lado cuscar o que estou aqui a escrever, ou se encostar ao meu ombrinho ou termos de ter aquele contacto desconfortável pra medir forças e decidir quem vai usar o apoio de braço!!! Definitivamente é só vantagens!!! Devia ter dito que queria o jornal... E era mais uma! Se assim continuar, tão cedo Bomboca não volta a Lisboa... Pronto, já gosto outra vez do comboio.......mas com conforto!!! Haja “enjomin” e dinheirinho... ;)

quinta-feira, novembro 22, 2007

Miss Congeniality

You think I'm gorgeous... you want to kiss me... you want to hug me... you want to love me... ;)

O presente como o preço; certo e em euros

O Natal aproxima-se e com ele vem, não só a bela da rabanada, como também, os belos dos presentes à meia noite. Nas ruas já se confundem as luzinhas com as saquinhas dos embrulhos. Para não variar, ainda nem sequer sonhei com os presentes que o “meu” Pai Natal vai deixar no sapatinho... A verdade é que, pra mim, espírito de natal começa dia 1 de Dezembro e presente que é presente só se compra depois de dia 20 e não é coincidência ser dia de pagamento!!! ;)
Andava a vaguear pela net e encontrei “Natal: o presente certo para cada signo”, segundo a astróloga Maria Helena. Resolvi partilhar o que diz a senhora sobre os “santos da casa” que, apesar de não fazerem milagres, pode ser que escolham um belo de um presentinho para distribuir entre si.
Ah, sim, a foto é da árvore da Av. dos Aliados, tirada no minuto antes de se apagar... E pra quem diz que “arvóre dxi natau não ápága nunca” a gentxi respondxi: “essa apaga à 1 da manhã!” ;)
Então aqui vai:

"Os nativos de Touro gostam de receber presentes de qualidade, por isso não lhes dê nada que seja descartável ou que não dure muito tempo. Apreciam o conforto, por isso escolha para lhes oferecer uma peça de roupa de boa marca e com tecido macio ou calçado de qualidade, um perfume ou cremes de beleza.

Os nativos de Escorpião gostam de receber presentes raros, por isso ponha uma boa dose de mistério no presente que lhe der, use a imaginação e surpreenda-o. Gostam de óculos escuros, livros policiais, artigos esotéricos, roupas sensuais e lingerie.

Sagitário é um signo de pessoas aventureiras, que gostam de receber presentes que os obriguem a evoluir intelectualmente e lhes dêem a conhecer culturas longínquas. Uma viagem, livros de aventuras, estatuetas exóticas ou uma máquina de filmar ou fotográfica são boas opções de presentes."

quarta-feira, novembro 21, 2007

não gosto... não quero!

Podia enumerar uma série de razões pelas quais não gosto de chuva...
Podia enumerar uma série de coisas que não posso fazer quando está a chover...
Podia enumerar uma série de coisas que sou obrigada a fazer quando está a chover...
Mas no fundo podia mesmo era deixar de chover!!!
Ok, ok, estamos no tempo dela, faz falta, blá, blá, blá...
Mas não gosto...
NÃO GOSTO DE CHUVA!!! :p

segunda-feira, novembro 19, 2007

PARABÉNS PINCESSA!!!

video

Chegou o meu dia :)



Tive direito a jantar, a bolo de aniversário, a velas, tive direito a rir, a recordar, tive direito a estar com amigos, com pessoas que amo, tive direito a registar o momento, tive direito a presentes lindos que me foram oferecidos com tanto carinho... não poderia ter direito a mais.. porque foi um aniversário perfeito!! Obrigada por terem tornado este dia numa data tão especial...

sábado, novembro 17, 2007

Obrigada...


Ontem também tive direito a uma surpresa, não foi ao virar da esquina, mas o impacto foi o mesmo ou ainda melhor :) Obrigada pelo momento alto do meu dia...

To Be or not to Be.. that´s the question!







Sempre ouvi dizer que o Erro é um vício no processo de formação da vontade, em forma de noção falsa ou imperfeita sobre alguma coisa ou alguma pessoa...


Algumas vezes deparamo-nos com questões existênciais, umas porque elas próprias aparecem, sabe-se lá bem o motivo... outras porque alguém nos faz questão de nos pôr a pensar nelas!! Todos nós em algum ponto da nossa vida olhamos para trás e pensamos que algumas vezes gostariamos de ter o poder para consertar, remediar, ou até, drásticamente falando "deletar" por completo determinados episódios... Não me venham cá com filosofias de que fariam tudo outra vez.. ambos sabemos que não é bem assim...


Aqui a questão é sabermos até que ponto esses mesmo episódios têm impacto, negativo ou não, na vida de terceiros, a ponto até de os conotarmos de pequenos grandes ERROS.


"Ah, desculpa não deveria ter acontecido, foi um erro!!" - frase típica de quem deixou para pensar depois o que deveria ter pensado antes, às vezes do erro surge coisas positivas, outras, o resultado já não é assim tão bom. Chamem-me o que quiserem, provavelmente estou num processo, como dizia hoje o meu horóscopo de transformação de valores.. se calhar até estou mesmo, acho que quase ninguém hoje pensa nos ideiais "primordiais" que constavam nos alicerces da sua personalidade, quando essa se começou a construir e o que era ontem importante hoje já não é por uma data de motivos que para mim não têm qualquer significado.
Acabamos por magoar os outros, mas mais do que isso magoamo-nos a nós, ou aquela imagem de que supostamente tinhamos da pessoa que outrora já fomos... é confuso isto tudo, talvez seja, mas para mim faz muito sentido.
O Erro, só existe se nós permitirmos, porque ninguém tem o poder para mudar a nossa postura, a nossa maneira de estar, mudar os nossos sentimentos a não ser nós próprios.. infelizmente a malta não pensa e só depois da "borrada" estar feita é que se lembram de que tudo não passou de um simples E R R O . . .

... e não, definitivamente não és um erro ;)



quarta-feira, novembro 14, 2007

INSPIRAÇÃO PARA HOJE, by Cecilita

Como manter-se jovem


1. Deite fora os números que não são essenciais. Isto inclui a idade, o peso e a altura.
Deixe que os médicos se preocupem com isso. Afinal, é para isso que lhes paga!.

2. Mantenha só os amigos divertidos. Os depressivos puxam para baixo.
(Lembre-se disto se for um desses depressivos!)





3. Aprenda sempre:
Aprenda mais sobre computadores, artes, jardinagem, o que quer que seja. Não deixe que o cérebro se torne preguiçoso. "Uma mente preguiçosa é trabalho do diabo." E o nome do diabo é Alzheimer!

4. Aprecie as mais pequenas coisas


5. Ria muitas vezes, durante muito tempo e alto. Ria até lhe faltar o ar.
E se tiver um amigo que o faça rir, passe muito e muito tempo com ele / ela!


6. Quando as lágrimas aparecerem Aguente, sofra e ultrapasse.
A única pessoa que fica connosco toda a nossa vida, somos nós próprios. VIVA enquanto estiver vivo.

7. Rodeie-se das coisas que ama:
Quer seja a família, animais, plantas, hobbies, o que quer que seja. O seu lar é o seu refúgio.


8. Tome cuidado com a sua saúde:
Se é boa, mantenha-a. Se é instável, melhore-a. Se não a consegue melhorar, procure ajuda.

9. Não faça viagens de culpa.
Faça uma viagem ao centro comercial, até a um país diferente, mas NÃO para onde estiver a culpa.



10. Diga às pessoas que ama que as ama, a cada oportunidade.


terça-feira, novembro 13, 2007

Meredith

O teste dizia que eu era ela...
A principio não concordei.
A meio também não sei se concordo.
No fim logo se verá...

By the way, you don’t have to pick.................. Not yet!!! ;)

Grey's Anatomy

segunda-feira, novembro 12, 2007

in www.somostodasumasvacas.blogspot.com LINDO!!! :)

"Como as vacas, os bois por certo devem possuir, também, seus dilemas existenciais, “a la Shakespeare”. Só que, ao que consta, se mostra muito mais difícil para eles exterioriza-los, dada a sua “rudeza” masculina enrustida. Nós vacas, ao contrário, verbalizamos tudo, desde nossas crises à fraquezas, e às vezes até de forma exagerada, (vide as vacas verborrágicas da AP), e aí parece que tudo fica mais fácil ... (Só parece, viu, porque ser Vaca, e assumir essa singular condição, não se mostra tão fácil assim !)
Bom mas voltando aos dilemas bovinos masculinos, e aqui falando especialmente de BOIS-COMPROMETIDOS, assim entendido aqueles que possuem um curral institucionalizado, aqueles que possuem namorada bovina pública e notória, que são noivos e afins. Ou seja: Aqueles que já tem sua vaca própria, e/ou vivem/ convivem com uma, a que título seja. Enfim, aqueles que já se encontram vinculados à uma determinada e específica vaca, que não seja por certo a sua progenitora.
Pois bem, em minha singela opinião, acredito que o maior dilema desses caras, em sua especial e singular condição de BOVINOS COMPROMETIDOS, seja resistir à tentação das outras vacas, sempre de plantão, e nas intermediações de seu próprio curral seja ele, de caráter formal ou não.
Como já referido aqui, tanto por mim, quanto pela AP, existem por aí, VACAS às pencas que possuem uma inexplicável fascinação por bois da espécie COMPROMETIDOS, e infelizmente, por constatação da realidade (lembrem-se sempre vivi em rebanhos com predominância de machos), devo dizer, que a massiva maioria dos bois, não mostra grande resistência as delícias do PECADO ORGINAL BOVINO, com ESSAS VACAS ESTRANHAS. Havendo ainda, um sério agravante, e se porventura resistem, devem negar peremptoriamente o fato aos seus próprios colegas de rebanho, sob pena de virem a ser fatalmente confundidos, com os já conhecidos, BOI-PERA, BOI-FRUTA, BOI-VEADO, ou BOI-NÃO MUITO CHEGADO, como queiram chamar.
Dentro da ótica masculina portanto, é sempre melhor ser reconhecido, como um BOI-GALINHA, BOI-GARANHÃO e até mesmo um BOI-INFIEL do que com as espécies supra-referidas.
Vislumbra-se aí, então o grande dilema dos bois-comprometidos na atualidade: RESISTIR ou não RESISTIR às vacas que dão mole no trabalho, aquelas tidas como fáceis, (que todo mundo pasta), aquelas que se insinuam ofensivamente, mesmo sabendo que o cara é comprometido, enfim, aquelas literalmente VACAS, no sentido mais pejorativo que possa existir, e que nós “VACAS NORMAIS”, (certamente, também comprometidas com um determinado boi) estamos a repudiar.
O exemplo na prática do clássico masculino: Dia desses, um amigo bovino querido, apaixonadíssimo, ao que consta, por sua vaca institucional, me confidenciou que em uma viagem de trabalho, fora incitado e quase “obrigado” (é, devo acreditar, que vestiram no cara uma “camisa de força” daquelas para loucos), pelos demais colegas, também em viagem, a irem a um prostíbulo de vacas. Disse ainda, que não sentia a menor necessidade de ir a tal lugar, até porque se satisfazia plenamente com sua vaca formal, mas acabou indo, e justificou tal atitude “irregular”, na singela premissa, de que se não o fosse, seus amigos de rebanho o olhariam com um certo ar de desdém e desconfiança, podendo vir a traçar juízos equivocados sobre a sua masculinidade. E lá foi o cara, ao tal prostíbulo, “apenas” para confraternizar com seus amigos bois, defendendo assim, sob tal estapafúrdio pretexto, sua irreparável e incólume postura de boi-MACHO.
Este certamente ao que consta, deve ser o pretexto mais comum dos bois, a justificar suas “puladas” de cerca, a defesa da honra da sua MASCULINIDADE, mesmo que isso venha a fazer sua vaca companheira sofrer, e ou jogar ladeira abaixo, uma relação legal, que talvez detinha com determinada vaca.
Agora vamos fazer um juízo bovino às avessas, sob o enfoque bovino feminino: Porque será que nós vacas-comprometidas, quando somos copiosamente “cantadas” no trabalho, pelo chefe, colegas, subordinados, vizinhos, conhecidos e afins, não sustentamos nossa FEMINILIDADE aos moldes dos bois, justificando assim, também uma eventual pulada de cerca do curral? Certamente porque nossos bovinos, não suportariam tal argumento, por “n” razões até culturais, mas aí cabe a indagação, e porque nós VACAS, devemos suportar o contrário?
Seria muito mais ético e correto, exercer essa MASCULINIDADE toda, no lugar certo, e com a VACA elegida, e se esta, porventura não der mais no “couro” aí sim partir para as outras VACAS, ás fáceis, as não fáceis, ou as de sua especial preferência!
O dilema Skakesperiano bovino masculino, para mim seria assim de fácil solução: Uma VACA de cada vez, e à seu tempo.
Mas afinal mesmo, para quem os bois precisam provar que são de fato verdadeiros HOMENS? Para nós VACAS, ou para eles mesmos? Será que nascer com “bolas”, já não se mostraria mais do que suficiente? Rs Rs Rs Rs"

segunda-feira, novembro 05, 2007

Friends with benefits

Este mês a revista Happy tem um artigo sobre “Friends with benefits” vulgarmente conhecido na Tugolândia por “amigos coloridos”. Confesso que ainda não entendi muito bem esta designação nem com que paleta se pintam os ditos amigos e muito menos com que cores... Se calhar devia arranjar um!!! Para mim um amigo colorido seria apenas uma questão de raça. Poderia ser um chinês (amarelo), um africano (preto), um índio (vermelho), um albino (branco) que não é bem uma raça e se calhar também não serve como cor, já que o branco é a cor que reflecte todos os raios luminosos, não absorvendo nenhum e por isso aparece como clareza máxima. Portanto, amigo colorido albino não dá, e ainda bem porque confesso que não gosto nada do nome! Mas voltando aos amigos (friends) e deixando o colorido que nem sequer é sinónimo de benefits e tendo como exemplo o dito artigo, fiquei ainda mais baralhada já que no mesmo se falava da última tendência feminina para arranjar “amigos”, ou seja, companhia masculina a troco de uma das roxas, as da arquitectura moderna e que tem um 5 e mais dois 0. Sempre ouvi dizer que “amigos, amigos... negócios à parte” mas... Estou a ficar fora de moda! Primeiro porque não tenho nenhum amigo colorido, nem tenho nenhum amigo albino, nem Albino e pior, nem sequer tenho uma de 500 para providenciar um “à maneira”! Depois há as dúvidas... Será que o dito “benefit” se resume à ‘s word’? É porque se assim não for eu tenho muitos friends e alguns benefits com eles, mas nada que comece com ‘s’, pelo menos por enquanto. Bem, com ou sem benefícios, com ou sem cor, venham os amigos!!! ;)

FDS XL

Depois de um fds XL há sempre alguma ressaca... Eu hoje estou de ressaca!!! Não porque tenha bebido demais, não porque tenha comido demais, aliás, não fiz nada de mais...digo eu!!! Quer dizer, fiz... tive um fds fixolas com direito a programa de gajas, do cabeleireiro à saída nocturna, ida ao veterinário, retirada de pontos, abertura de cicatriz, música nova, porrada no VV, pequeno almoço de madrugada e luz de lampião, sempre a luz do lampião!!! É o que nos resta, como diz a Juju! Depois de tudo isto vem a ressaca e eu hoje estou de ressaca!!! :P