quinta-feira, fevereiro 21, 2008

Anita

Não sei se foi por influência do nome, mas passei a minha infância a ler os livros da Anita. O primeiro recebi da Goretti tinha apenas 2 anos. Li as figurinhas que foi uma “catxigoria”! Adorava aquela menina e as suas aventuras na quinta, no jardim, no ballet, com o burrito, na festa de anos e até quando ficou doente. Éramos muito parecidas... Tínhamos nomes iguais e um cão, apesar do meu ser cadela, chamado Pantufa! O meu favorito era o “Anita dona de casa”!!! O que parecia ser um bom presságio acabou por ser uma memória de um clássico de lombada velha e usada e inspiração para as brincadeiras com os tachinhos e utensílios de cozinha pequenitos, à medida da idade...

4 comentários:

Lina disse...

Oh eu também lia todos os livros da Anita!!porque te foste lembrar disto?Ainda os tenho..Quando for á terrinha vou trazê-los!
Beijinho gande

Aninha disse...

Lembrei-me porque sou Anita e porque tenho uma Pantufa e lembrei-me porque me lembrei, ora... :P

liamaral disse...

Querida Ana, com todo o respeito que me mereces, deixa-me dizer-te que fiquei muito chocada quando te comparas a essa "Anita" e que não concordo nada! Será que sou a única a perceber que essa "menina" não passa de uma reles meretriz, que anda por todo o lado??!! Ela nem tem poiso fixo, faz-me lembrar a net, essa badalhoca, onde toda a gente lá vai... Desculpa-me Ana a frontalidade, mas é mesmo assim!
Por favor!!

Aninha disse...

Eh pá, coitadita da miúda... Lá porque ela é quinta, ela é montanha, ela é praia, ela é jardim, ela é burrito, ela é jardim zoológico, ela é circo, ela é ballet e depois é mamã e fica doente que foi com alguma DST... Eu gostava da miúda, "prontos"!!! :)