segunda-feira, fevereiro 18, 2008

senti-me lesada

Recebi um mail com um documento chamado “Poesia de Andaime”. Achei alguma graça mas a coisa correu mal logo no Capitulo 1 – “A rima rica” e passo já a citar:
“Recorrendo então a uma das figuras de estilo mais enraizadas nas obras poéticas, a rima, pedreiros, marceneiros, trolhas e carpinteiros deambulam pelos versos desta vida com declarações de desejo e paixão.
1. Ó flôr dá para pôr?
2. Ó musa dás-me tusa.
3. Ó bomboca, mostra a toca?
4. Ó doce, era onde fosse.
5. Ó beleza, deixas-ma tesa.
6. Ó boneca, vai uma queca?”
Ó bomboca, mostra a toca??? Tsss... Tsss...
O dito documento tem 10 capítulos por isso cheira-me que vou ter aqui pano pra mangas, ou melhor, letras pra posts!!!

6 comentários:

m. disse...

talvez te compreenda, talvez não.
não sei. sei que sou pelo humor descontrolado que não tenha limites nem tabús. mas sou (ainda mais) pelas bombobas. com as bombocas não se brinca. podem-se comer ou partilhar. engolir (de uma só vez) ou até (lentamente) saborear. mas brincar, não. (ou não)

Liliana Amaral disse...

Ai de ti que mostes a toca... olha que eu bato-te!!
Beijo

Aninha disse...

Olá m.! Não podia estar mais de acordo... ou não!!! :)))
Gostei do coment. Vai aparecendo. ;)

Aninha disse...

Lili, se for mostrar alguma coisa, mostro-te primeiro a ti!!!
Vês, rimou!!! :P

Ju disse...

Tu estás a esquecer-te de um coment... tu foste lesada duas vezes e eu uma:
Ó bomboca, mostra-me a toca!
e ainda
Ó boneca, vai uma queca???
MAS QUE É ISTO, HUM???

lol

Aninha disse...

Ahhhh pois é!!! Tens toda a razão!!! Sabes, faltou o inha pra chegar lá... Ninguém merece!!! :p