terça-feira, fevereiro 12, 2008

Sim, esta é pra ti! :)

“E se, de repente, um desconhecido lhe oferecer flores? Isso é Impluse!” Quem é que não se lembra disto??? :) Eu nunca tive um desconhecido a oferecer-me flores (ainda :) ) mas eu também não uso Impulse... Aliás acho que isso já nem se vende! Já tive direito ao slogan com um bilhete de cinema mas também não foi de um completo desconhecido por isso não sei se vale... E se for um telefonema? É giro mas será que a partir daí deixa de ser desconhecido? Será que a linha é assim tão ténue? E o que é que leva um “desconhecido” a procurar-nos? A não ser que seja um psicopata assassino, ainda estou pra descobrir...
Como diz o FM, o mistério atrai!!!

3 comentários:

Liliana Amaral disse...

Ó querida Ana, eu, que ando sempre metida nos hipermercados por razões profissionais, asseguro-te que o Impulse ainda resiste! Só está apagado entre as mais de mil e uma marcas que entretanto nasceram!

As surpresas são sempre agradáveis, mesmo de pessoas que conhecemos....................... mas era giro ter um desconhecido a oferecer-me flores............................!!!!!!!!!!! Acorda Lili!!! O único desconhecido que te aparece a oferecer flores é indiano, marroquino e pede-te dinheiro por elas!!

Aninha disse...

Muito bom... Lili, tás em GRANDE!!! "Redescobriste" o Impulse!!! Será que serve como arama de defesa prós "kéfrô" tipo gás pimenta??? :)

Cathy disse...

O segredo está na insinuação, já a minha amiga Christine o diz, shake it shake it..