quinta-feira, janeiro 24, 2008

Haja saudinha!!!

Já tenho o dito quadrado de tanto andar de carro (como se não bastasse estar negro, mas isso agora não interessa nada porque eu recuso-me a escrever aqui sobre o big trambolhão que dei nas escadas da Q21 :) )... Dizia eu que, se fosse uma viagem, um gajo ia, fazia o que tinha a fazer e vinha embora. Se calhar fazia mais km mas não ficava com ele quadrado... nem com as costas empenadas, nem a saber de cor as notícias do dia e as músicas dos CD’s. Depois vem a outra vantagem, a de ter a casa cheia de garrafas de água, revistas, chocolates e tudo o que se pode comprar na loja de um posto de gasolina pela módica quantia de 2,5€ (sim, confere, eu faço as contas, apesar de nem sempre conseguir). “Isto é muita complicado”, né Catinha??? :) Adiante... Isto tudo para explicar que não, não fiquei por Lisboa a chorar o meu Ipod, até porque ele, mal chegou a casa começou a funcionar, bem se vê que não se dá com o clima lá em baixo, nem sequer estou em fase de contenção nem andei a postar 3 vezes seguidas para depois dar à sola (neste caso ao pedal), durante 8 dias, simplesmente tenho andado “pelos caminhos de Portugal” à Mário Gil a fazer um trabalho super hiper mega secreto com a Bomboca e o co-piloto do Ricardo que é o mesmo que dizer “all by myself” e não dá tempo, nem cabeça... Daria um livro, isso sim... Um dia, quando aquele que não pára me der uma folga, revelo alguma coisita... Por agora e, depois desta breve paragem pelo escritório porque os ossos do outro ofício assim o obrigaram, vou me fazer novamente à estrada pelo Minho que é lindo, verdinho e cheira a estrume!!!
Ninguém merece...

2 comentários:

Herly disse...

Eu estou contigo!!!!!! (em espírito claro)

Ju disse...

que piveteeeee!!!!eheheheh
O MInho é lindo CARAGOOOO!!!!