terça-feira, janeiro 08, 2008

Tá um calor esquizito...

“Tenho os pés como a neve, e não é de brancos” já dizia o meu avôzinho!!! Definitivamente tenho de mudar de escritório... Apesar de dizer isto há seguramente mais do que um ano, decidi que neste, é desta!!! Sexta feira passada foi mais uma tentativa frustrada de mudança adiada, com igual sentimento, para segunda-feira. Hoje decidi que esperaria mais uma semana, afinal de contas não está mais ninguém na minha actual e partilhada sala e não vou correr o risco de ter de ameaçar o pai de chamar os senhores simpáticos da ASAE cada vez que ele puxa de mais um cigarrinho. No armazém também não se fuma mas ainda não descobri se tal proeza se deve ao facto de não estar lá ninguém!!! E pronto, lá estou eu a falar do tabaco e da tal lei que anda mais na boca de quem não fuma do que os ditos nas dos viciados. Perece que neste momentos nós (os não fumadores) temos um vício igualmente insuportável, o de apelar à dita lei e às vantagens da mesma como afronta a quem durante anos despejou o monóxido de carbono poluído para cima dos nosso pulmões cor de carvão devido a isso e muito mais. Não vou aqui escrever o que penso da dita lei, nem dos fumadores, como se de outra raça se tratasse. O que tinha e tive a dizer, disse-o cada vez que alguém cravava mais um prego de me devolvia os restos como se lhe tivesse pedido alguma coisa. Não são os fumadores que me incomodam mas sim a falta de civismo e isso, infelizmente, ainda não há lei que proíba. Agora confesso que adoro chegar a casa e não tresandar a fumo em todo o lado, mesmo nas roupinhas mais íntimas... Adoro não ter que despejar um frasco de colónia no cabelo pois tomar banho às quinhentas não me parece boa ideia e a almofada não tem culpa, já que não leva com a minha baba, também não merece nada mais nada menos que o XX que ainda paira no meu “cangote”. And that’s it!!! O dito assunto já teve mais do que os caracteres merecidos... Voltando ao assunto inicial que já se perdeu (pronto, não fumo mas tenho 2 vícios, o de roer as unhas e o de me baralhar e misturar toda nos assuntos)... Tenho frio e esta sala mais parece a câmara frigorífica do talho ali da esquina... Só não tem é porcos e cabritos e frangos pendurados... Eh pá, acho que devia ter arranjado um melhor exemplo, mas... É do frio, mirra-me o cérebro e afecta-me a criatividade!!! Adiante, vou é por os pés como o bacalhau, e não é salgados!!! :)))

2 comentários:

FM disse...

Que tal uma botija de água quente?

Aninha disse...

P´ro bacalhau?!?! eheheheh ;)